Um viaduto chamado Minhocão
Autor: Gil Veloso
Ilustrações: Paulo von Poser



ISBN: 978-85-64333-06-2
Ano: 2015
Edição: 1
Número de páginas: 56
Formato: 21 x 25cm
Preço R$35.70

 

O livro apresenta um novo olhar sobre o grande viadutoque corta o centro de São Paulo. Lançando mão de sua escrita enganadoramente simples, Gil Veloso cria versos em que o espaço ora é personagem, ora é cenário, e nos fazem refletir sobre como uma grande edificação urbana criada à força e de maneira inadequada pode ser ensejo de encontros, contemplações e transmutações. Já o traço ao mesmo tempo livre e seguro de Paulo von Poser cria ilustrações que multiplicam as camadas de entendimento da obra. No que se refere à questão educacional, poemas e desenhos possibilitam reflexões a respeito de urbanismo e cidadania.


 
A viaduct called Minhocão (Big Worm)
The writer Gil Veloso and the artist and architect Paulo Von Poser create written and visual poetry to explore senses – human, artistic, social, and urbanistic - on a large viaduct that crosses the centre of Sao Paulo.  The book provides a unique perspective, not so critic, but quite affectionate. The main question proposed by the authors is how to renew its use. After all, the presence of this viaduct in the city involves its relationship with the human, the individual and the collective. Using a language that appears to be simple, Gil Veloso creates verses in which the space alternates between being the main character and just being the background. Veloso´s style includes jokes, semantics, palindromes and puzzled metaphors. These verses make us reflect on how such a huge urban construction, inappropriate and forced upon the city, still enables meetings, contemplations, and transformations. Drawings by Paulo von Poser, free and firm at the same time, create illustrations that add further insights to such a complex structure. Regarding the educational issue, the poems and drawings lead to reflections over urbanism and citizenship.

 

 

Gil Veloso é paranaense e reside em São Paulo há mais de 30 anos. Por dez anos foi assistente do escritor gaúcho Caio Fernando Abreu. Editou o livro Pequenas Epifanias, de Caio Fernando Abreu (Sulina, 1996). Trabalhou também com Lygia Fagundes Telles e João Silvério Trevisan. Publicou Fábulas Farsas (2009) e Travessuras, histórias para anjos e marmanjos (2010), pela editora Opera Prima, ambos premiados pelo PROAC. Fábulas Farsas, ilustrado por Vanderlei Lopes, e Pois ia brincando... (Dedo de Prosa, 2013), imagens de Alex Cerveny, foram selecionados pela FNLIJ para os Catálogos de Bolonha (2010 e 2014). Também publicou pela Dedo de Prosa A pedra encantada (2011), ilustrado por Nara Amelia; O menino arteiro (2011), artes de Guto Lacaz.


Paulo von Poser iniciou-se em artes plásticas desenhando retratos e paisagens, antes de se formar em arquitetura pela FAU-USP. Desde 2007, exerce a função de professor. Ficou conhecido por suas rosas e, também, pelos desenhos retratando museus, praças e espaços públicos da cidade de São Paulo. Publicou o livro A Cidade e a Rosa (Luste, 2010). Comemorou 30 anos de exposições com as retrospectivas "Trajetória" (MUBE) e "Floração" (MAS). Participou de mostras nacionais e internacionais e seus trabalhos integram acervos de museus como a Pinacoteca (SP), MASP e Museu da Casa Brasileira (SP). Atualmente vive na cidade de São Paulo, produzindo, lecionando e envolvido em causas sociais e urbanas como o Parque Minhocão e o projeto Rios e Ruas.

 

Vanguarda em sala de aula!

Oficina de produção de texto na escola Manoel Luís, Lagoa Nova – RN, para as Olimpíadas da Língua Portuguesa, com o tema: o lugar onde eu vivo. Reflexões sobre a cidade com o livro: “Um viaduto chamado Minhocão”, Gil Veloso & Paulo von Poser. As crianças ilustraram como observam a cidade e escreveram poemas. Parabéns para professora Paula Belmino e alunos!

"Genial! O livro cumpre sua missão!" Paulo von Poser  

    Mais fotos: clique aqui!

 

Blog Toda Hora Tem História, de Penélope Martins, 14/04/2016: https://goo.gl/ZRB27I



Vídeo "Arquiteturas: Minhocão" (SescTV), 08/10/2015: https://goo.gl/HbSXyD 

Video do lançamento do livro no Minhocão:   http://goo.gl/4HoZOV 

Release sobre o livro (por Márcio Junji): clique aqui

 

Destaque no Guia Folha - Livros, Discos, Filmes
março 2015

“Um viaduto chamado Minhocão” propõe-se a reinterpretar aquele que talvez seja o maior símbolo de decisões equivocadas pelos administradores da metrópole. A imensa estrutura de concreto que rasga o centro da capital paulista é vista aqui de maneira não tão crítica e os autores propõem uma nova perspectiva de análise para ela. A questão que colocam em torno do Minhocão é como renovar seu uso. As ilustrações de Paulo Von Poser parecem não se concluir e convidam o leitor a intervir para terminá-las e colorir. Os versos rimados e aparentemente simples de Gil Veloso dão voz ao Minhocão, que é ao mesmo tempo cenário e personagem principal. Mário Bresighello 

 

Outras novidades em "Notícias & Estímulos!" 

Verifique o perfil da Dedo de Prosa no Mercado Editorial!