A pedra encantada
Autor: Gil Veloso
Ilustrações: Nara Amelia



ISBN: 978-85-64333-00-0
Ano: 2011
Edição: 1
Número de páginas: 48
Formato: 15 x 23cm
Preço R$31.70

 

Pedrita coleciona todo tipo de pedras e gosta tanto delas como de seus animais. Este livro mostra sua relação com suas pedras, amigos, namorado, avó e enfadonho irmão, até ela descobrir a pedra encantada. Sob o disfarce de singela e divertida história, o texto encanta pessoas de todas as idades com seu ritmo e domínio da palavra. O texto é repleto de reviravoltas, ciladas, e situações inesperadas, narradas por meio de linguagem acelerada e cortante.

The charmed stone
Pedrita (Stony) collects all kinds of stones, and loves them as much as she loves her pets. This book talks about her relationship with her stones, her friends, her boyfriend, and her annoying brother, until she finds a charmed stone. Between the lines of a simple and funny story, the text enchants people of all ages with its rhythm and mastery of the language.  The book is full of turnarounds, traps, and unexpected moments, narrated throughout in a fast and sharp language.

Gil Veloso é paranaense e reside em São Paulo há mais de 30 anos. Por dez anos foi assistente do escritor gaúcho Caio Fernando Abreu. Editou o livro Pequenas Epifanias, de Caio Fernando Abreu (Sulina, 1996). Trabalhou também com Lygia Fagundes Telles e João Silvério Trevisan. Publicou Fábulas Farsas (2009) e Travessuras, histórias para anjos e marmanjos (2010), pela editora Opera Prima, ambos premiados pelo PROAC. Fábulas Farsas, ilustrado por Vanderlei Lopes, e Pois ia brincando... (Dedo de Prosa, 2013), imagens de Alex Cerveny, foram selecionados pela FNLIJ para os Catálogos de Bolonha (2010 e 2014). Também publicou pela Dedo de Prosa O menino arteiro (2011), artes de Guto Lacaz e Um viaduto chamado Minhocão (2015), desenhos de Paulo von Poser.

Nara Amelia é artista plástica e trabalha na área de artes visuais. Realizou exposições individuais em várias cidades do Brasil. Recebeu os prêmios: em 2010, Aquisição - Programa de Exposições do Centro Cultural de São Paulo e Aquisitivo - Ibema Gravura e, em 2012, Funarte de Arte Contemporânea.

 

Maria Lúcia Dal Farra escreve sobre livros de Gil Veloso, inclusive A pedra encantada (Dedo de Prosa, 2011) – ilustrações de Nara Amelia. Poetisa, professora titular de Literatura, Prêmio Jabuti 2012 – 1º. lugar - categoria Poesia.

Tive enorme, enorme mesmo, satisfação em ler os livros que me enviou. Fiquei absolutamente encantada. Primeiro, que os livros são lindos, prazerosos, com uma delicadeza de concepção, papel, tessitura do papel, ilustrações, capa - tudo de primeiro mundo e do maior bom gosto e elegância. Depois, que o rapaz, o Gil Veloso, é extraordinário, extremamente talentoso e grande escritor, e os ilustradores são perfeitos para o caso - e que os livros estão deveras um primor!  Além do mais, nada disso é facilitado - não é porque se trata de livros dirigidos a um público específico, que a obra se compraz em ser apenas aquilo. De maneira nenhuma! São obras inteiras, sem abertura para uma respiração menor: elas se fazem respeitar!
A Pedra Encantada é um exercício poético de percorrimento da árvore semântica da pedra em todos os níveis, enlaçando-a (o Gil diria "catapulteando-a" a) situações completamente inesperadas, e deixando-a tamborilar num ritmo encantatório de linguagem. Que coisa mais linda, mais gozosa, mais lúdica! Fiquei fascinada.
Numa palavra, nunca esperei ler um livro com tal categoria dito "literatura juvenil"!

 Outros livros do autor
 
- Fábulas Farsas (Opera Prima, 2009) – ilustrações e projeto gráfico de Vanderlei Lopes – PROAC – Catálogo de Bolonha 2010 (FNLIJ)
- Travessuras: histórias para anjos e marmanjos (Opera Prima, 2010) – ilustrações Daniel Lourenço – PROAC
- O menino arteiro (Dedo de Prosa, 2011) – artes de Guto Lacaz
- Pois ia brincando... (Dedo de Prosa, 2013) – imagens de Alex Cerveny
 
 
 

C.L.I. - Clube de Leitura Itinerante

 

 
Seguindo sua meta, buscando divulgar suas edições e criar parcerias com educadores de redes públicas e particulares de ensino, a editora Dedo de Prosa lança o Clube de Leitura Itinerante - CLI - do livro A pedra encantada.

Para conhecer mais sobre o projeto faça o download de nosso material, acessando o link abaixo  

editoradedodeprosa.com.br/PDF/CLI_1.pdf

 

Maria Lúcia escreve sobre os livros de Gil Veloso


 

Comentários de alunos da professora Meire, de Bariri.

 

Confira o trabalho realizado com A Pedra Encantada

 
 

Clube de Leitura Itinerante no III Seminário Educacional de Bariri (agosto / 2012)

 http://goo.gl/ssbmG

 

 
Verifique o perfil da Dedo de Prosa no Mercado Editorial!
 

 

 


ter, 01/17/2012 - 12:56
admin
Offline
Last seen: há 6 semanas 6 dias
Joined: 22/12
Marina, 11 anos, Bariri - SP.

 Eu gostei do livro porque conta uma história fácil de entender e que você pode levar para a sua vida. Curti muito a Pedrita, porque ela não liga para o que outros falam, mas eu não gostei do irmão dela porque ele fica colocando apelidos nela... Ela andando de bicicleta foi a cena de que eu mais gostei. Também gostei do jeito que o Gil fez o livro porque é um jeito livre e gostoso de ler com rimas. Adorei o livro pois eu  posso refletir: não importa o que os outros dizem, seja você mesma.

 

ter, 01/17/2012 - 12:54
admin
Offline
Last seen: há 6 semanas 6 dias
Joined: 22/12
Paula (9 anos) - 02/04/2011

 Adorei o livro, as aventuras de Pedrita e o quarto cheio de pedras, ela é linda e a coleção de pedras nunca acaba, ela é cheia de animais, tem dois gatos, tem peixes, tem ratinhos e uma calopsita. O livro é maravilhoso e acho que as pessoas que compraram vão adorar! 

ter, 01/17/2012 - 12:42
admin
Offline
Last seen: há 6 semanas 6 dias
Joined: 22/12
Mariano – 18/03/2011

 Caro Gil,
Recebi o seu livro (mais uma pérola!).

ter, 01/17/2012 - 11:49
admin
Offline
Last seen: há 6 semanas 6 dias
Joined: 22/12
Professora Ilídia - 17/06/2010

  Do livro de Gil Veloso - Travessuras. Histórias para anjos e marmanjos.
E não é que o cara é mesmo travesso???? Achei deliciosas suas narrativas! Lembraram-me, em intromissões "biográficas", o humor cáustico do Macaco Simão da Folha. É só meia verdade porque, na maior parte do tempo, ele é muito terno. 

seg, 01/16/2012 - 16:44
admin
Offline
Last seen: há 6 semanas 6 dias
Joined: 22/12
Professora Ilídia - 08/06/2010

 Menina, amei esse Gil! Que rapaz talentoso! A gente fica fascinada com sua narrativa, cheia de jogos de palavras aliterações e assonâncias... Parece um pouco - embora muito menos intrincado - com O jogo da Amarelinha, do Cortázar. Enfim, adorei A pedra encantada! Se mal lhe pergunte, pretende ser literatura adulta ou infantil? Confesso que fiquei na dúvida... Ou, muito pelo contrário, “indicado para todas as faixas de idade”?

 

seg, 01/16/2012 - 16:32
admin
Offline
Last seen: há 6 semanas 6 dias
Joined: 22/12
Professora Vera Marini - 12/04/2010

 Penso que é importantíssima essa renovação de talentos, principalmente na literatura. Esses “meninos” do Pedra Encantada realmente são talentos a serem apoiados. 

seg, 01/16/2012 - 16:30
admin
Offline
Last seen: há 6 semanas 6 dias
Joined: 22/12
Professora Vera Marini - 09/04/2010

 O livro é ideal para o público adolescente, principalmente para os que ainda se mostram resistentes ao hábito da leitura. É um livro bonito e atraente. A ilustração, muito bem elaborada e com riqueza de detalhes, faz o leitor viajar além do que está impresso. O texto, prosa poética muito bem empregada, dá ritmo prazeroso à leitura. “Brincadeiras com as palavras” “caetaneando” o texto.
O livro apresenta a questão do abandono da prática de colecionar, guardar, possuir. O exercício do desapego, caracterizando um ritual de passagem, um auto-conhecimento. O autor aborda, com sensibilidade, a construção deste momento.
Um livro desta qualidade não se prende a faixa etária. Serve perfeitamente ao público adulto mais sensível que irá saber enxergar através da “Pedrita”, transformações pelas quais passamos em qualquer momento de nossas vidas.