Crianças não brincam de escolinha.

25 - fev /2011
Rosely Sayão - Folha de São Paulo - 30/11/2010

Há anos, a mensagem social da escola manifestava-se no ato lúdico das crianças: o papel de professora (...) era ocupado de modo bem firme, exigente e até severo. Nos primeiros anos do ensino fundamental, a criança precisa aprender na escola a se esforçar para aprender, a repetir suas lições até dar o melhor de si, a saber ter postura física que facilite seu aprendizado, a ter disciplina no trabalho.  A brincadeira de escolinha deixou de ser popular porque a escola tem exercido uma função hoje desnecessária. (...) Se conseguirmos reconstruir a imagem social da escola atualizando sua função, quem sabe as crianças poderão voltar a ter vontade de brincar de escolinha, não é mesmo?