Comentários da professora e de alunos a respeito do livro "As lágrimas de Yara", de Ricardo Pombal, ilustrações Dedê Paiva.

15 - mai /2012

"Oi, Turma!!!
Comecei semana passada a trabalhar Lendas e saber científico com minhas turmas de 3º e 4ºs anos.
Esta semana levei a pasta de livros para a sala de leitura.
Apresentei o livro e começamos a "curti-lo".
Muito interessante a reação em relação à ilustração da Dedê.
As crianças  gostaram em especial do colorido e da temática que é a natureza.
Quanto à história, a reação tem sido muito boa: a questão da morte fazendo parte da vida e do que mais eles gostaram: o fato do indiozinho compartilhar a possibilidade de superação com os outros através da semeadura das sementes das pitangas.
Semana que vem vamos reler a história e os professores de Educação Artística acabaram se animando para trabalharem com as crianças a questão da ilustração.
Devo comentar que trabalhei a lenda da Iara através do youtube. Um vídeo bem legal da série Juro que vi."
 
Professora Vera Marini
 
 
Comentários de alunos do 7º ano D da EMEF Alferes Tiradentes
 

 
Aluna Z.S.F.
"Gostei muito das ilustrações pois Dedê Paiva expressou a alegria das cores. Ficou muito lindo e colorido. A história foi bem criada pois ativa a imaginação das crianças. Poderia até virar uma lenda folclórica.
Parabéns a vocês Dedê Paiva e Ricardo Pombal!”
 
 
Aluno C.F.S.
“Gostei das ilustrações porque os desenhos são pintados e desenhados só com giz de cera. A capa é legal também porque é uma Mandala de peixes.Também gostei das letras com as quais escreveram a história porque elas têm um efeito 3D. Os desenhos das águas são muito legais porque parecem imagens e não desenhos. Gostei também do efeito que é dado para as frutas caídas no rio: a água fica ondulada.”
 
 
Aluna J.P.F.
“Gostei muito das ilustrações pois a Dedê teve bastante criatividade em pintar os desenhos com giz. Deu um efeito de cores muito legal. Gostei do texto pois fala de um indiozinho e do que a natureza é capaz de nos ensinar.”
 
 
Aluna S.A.S.
“A história é criativa e bem pensada. Ela nos ensina que não devemos guardar sentimentos ruins.”
 
 
Aluna T.V.M.O.
“As cores usadas por Dedê Paiva são cores que nos lembram os indígenas como por exemplo na capa. Uma cor laranja como o solo onde vive grande população indígena.”
 
 
Aluno V.M.
“O texto ficou bom pois começa com o menino que, por causa da tristeza, não sabia o que de belo tinha ao seu redor. No final ele se transforma, sai esbanjando felicidade e jogando as sementes da pitanga pela floresta.”
 
 
Aluna J.C.P.
“Gostei das ilustrações pois parecem ser feitas por uma criança. Os "rabiscos" deram um efeito especial às figuras. As letras ficaram bem legais, ainda mais com um efeito ao fundo. Gostei também da história: ela nos ensina a não guardar sentimentos ruins e quem faz a nossa história somos nós.”
 
 
Aluna E.S.S.
“A história é muito linda e quem ler essa história vai achar muito legal porque ela fala que, apesar dos momentos de tristeza, tem sempre um jeito da alegria voltar.”